terça-feira, 19 de abril de 2011

Boas maneiras

Feriado chegando e muitas pesssoas estão contando os minutos para viajar! Li um texto interessante, com dicas, escrito pela Glória Kalil, no site chic, e achei interessante postar para vocês.

Educação nunca é demais, não é mesmo?!


Viajar de avião é hoje tão fácil quanto pegar um táxi ou um ônibus (e, às vezes, até mesmo mais barato). É mais rápido, confortável e nos possibilita chegar a destinos distantes mesmo quando a agenda está apertada e o que temos pela frente são apenas alguns dias.

Mas a rapidez e a facilidade não justificam qualquer tipo de descuido com a educação e com as boas maneiras. Lembre-se que durante todo um percurso, por mais curto que seja, você vai estar sentado muito perto de um total desconhecido, com quem vai ter que interagir de algum modo na hora de comer, levantar para esticar as pernas ou ir ao banheiro.

. Quer ficar sossegado e não ser abordado para conversas? Leve uma revista, um livro ou abra seu computador e dedique-se ao seu trabalho. E mais: o que seu vizinho está fazendo não é da sua conta, não tente espiar a tela do computador ou a leitura alheia – fique na sua.

. O espaço é pequeno? Cuidado com as pernas: todo tranco que você der nas costas da cadeira da frente vai incomodar muitíssimo seu vizinho.

. Não carregue no perfume e também não esqueça do desodorante: ninguém merece a companhia de mal cheirosos - ou muito cheirosos.

. Para seu próprio bem estar, escolha roupas confortáveis para a viagem, mas cuidado para não exagerar no tom e ficar largado demais. Em viagens internacionais as chances de um policial da alfândega não ir com a sua cara aumentam bastante.

. Homens: não viajem de regatas ou shorts. É horrível sentar ao lado de um peludo desconhecido!  

. Mais uma coisa: na hora de passar pela polícia, todos estão sujeitos aos detectores de metal. Cintos, botas, anéis, brincos... Apitam. Esteja preparado para tirá-los.

. Documentos importantes como passaporte e identidade andam bem juntos do corpo. Dinheiro e joias também, não há motivo dar chance ao azar de ter uma mala extraviada.

. Pode acontecer de você se sentar ao lado de uma mãe com criança. Pode também acontecer (e acontece muito) da criança ficar agitada e chorar durante todo o voo. Não adianta olhar feio para a pobre mãe. Saiba que ela estará tão aflita, ou mais, do que você. Tente ajudar a distrair o pequeno e disfarce seu mau humor.

. Antes de partir para o aeroporto verifique se sua bagagem está dentro do limite de peso estipulado pela companhia aérea de sua escolha - viajar não significa empacotar todos os seus pertences. Cadeiras de praia, por exemplo, podem ser alugadas no seu destino e não precisam fazer parte da sua bagagem.  Garanta também que tudo o que está na sua mala de mão é permitido - nada de objetos cortantes e vidrinhos de creme que ultrapassem 100ml."

Espero que tenham gostado! Bom dia! Boa viagem!! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário