domingo, 5 de fevereiro de 2017

Airbnb - alugar apartamento é uma boa escolha?

O mais novo site de aluguéis de apartamentos, comentado e utilizado pela maioria, e que engloba o mundo todo, é o Airbnb. Diferentemente de outras plataformas, o site não possui apartamentos próprios, nem mesmo qualquer relação direta com os proprietários (ganha comissão com os aluguéis, mas não responde juridicamente pelos imóveis).

E aí, o que nós viajantes ganhamos? Ganhamos muitas opções de apartamentos: novos, antigos, simples, luxuosos, com preços que cabem no bolso e aqueles com os quais vamos sonhar... muitas portas se abrem...

E pensando no preço e no fato de ter cozinha e sala (não ser apenas um quarto de hotel), decidi alugar um apartamento pela Airbnb. Há alguns anos eu já tinha tido a experiência da locação, mas através de outros sítios eletrônicos, e todas foram extremamente positivas - o que não posso dizer desta vez.

Após ver vários apartamentos, inúmeras fotos, e filtrar pelos valores que poderia pagar, decidi por um apartamento de 2 (dois) quartos, pois iria dividir com uma amiga e sua filha (o apartamento acomoda 4 pessoas).

Até a nossa chegada, o locador nos tratou muito bem, e combinamos, inclusive, um check in antecipado, já que os hóspedes anteriores sairiam cedo.

Todavia, ao chegar no apartamento, a locadora (marido e mulher locam diversos imóveis) nos foi pouco simpática e parecia ter muita pressa em nos mostrar o imóvel e ir embora. 

O imóvel era no 3º (terceiro) andar, com escadas. O anúncio não informava.

Para ser sincera, acho que era um sótão que foi adaptado. Não pareceu ser isso um problema, mas poderia ter sido, considerando que o teto de um dos quartos é baixo, o que dificulta sua utilização.




Mas algumas outras coisas aborreceriam mais. O banheiro não tinha aquecimento, e a ducha de banho estava com o suporte quebrado... sempre precisávamos segurar a ducha para o banho - inclusive para lavar os cabelos, e ainda, o banheiro tinha um cheiro forte de esgoto (do encanamento), bem desagradável. Como era inverno, manter a janela aberta era um problema... Para deixar ainda melhor, recebemos em 3 (três) dias visitantes ilustres: lesmas! Isso mesmo! As pequenas e nojentas lesmas estavam no box e na parede do banheiro.. eram várias.. nunca pensei que fosse passar por isso!!!

Como dito, um dos motivos que levo à escolha pelo apartamento foi o fato de ter cozinha. Em outros já utilizados, a cozinha era completa, vários utensílios. Neste, diversamente, embora tivesse forno, fogão, cafeteira e microondas, eram poucos copos, 4 pequenas panelas. Nos deixaram um vinho de cortesia, mas o saca rolhas estava quebrado e não havia taças.



Para completar, o apartamento contava com 2 (dois) pequenos aquecedores portáteis. Um deles parou de funcionar, e comuniquei por mensagem (whatsapp). A locadora esteve no imóvel para realizar a troca. Simplesmente entrou sem bater na porta, sem interfonar previamente. Minha amiga estava no banho, a filha dormindo, e eu fora de casa. A locadora foi direto ao banheiro e bateu na porta com força, avisou que estava a trocar o aquecedor, e foi embora. Achei uma falta de respeito. O apartamento está locado, não pode entrar sem avisar previamente.




Por isso, acho que podemos alugar novamente, mas algumas coisas precisam ser mais bem estabelecidas.

Depois da locação, pesquisando mais no site do Airbnb, e com o auxílio de uma amiga, descobri que podemos fazer perguntas antes de fecharmos o aluguel. Acredito que ajuda bastante, pois é possível fixar alguns limites previamente.

Como sugestão, pergunte:

a. Como se dá o acesso ao apartamento? Se for em cidade antiga, é provável que tenha ladeiras ou escadarias, e também, pode ocorrer de não ter elevador.

b. Há aquecedor e/ou ar condicionado? A depender da época do ano, são itens essenciais.

c. Qual a melhor forma de comunicação com os responsáveis pelo imóvel? Com o whatsapp fica mais fácil e não se paga a ligação (que pode ser interestadual ou internacional).

d. Se houver algum problema no apartamento, como ele será resolvido? Se eu tivesse feito esta pergunta, evitaria que a responsável adentrasse sem avisar...

e. Há utensílios domésticos, roupas de cama e banho?

f. Em caso de avaria com algum utensílio (ex. copo quebrado), é preciso repor? Como será feito?

g. Como se dá o check out? É preciso aguardar o responsável ou apenas deixar a chave e ir?

h. Se estiver viajando com outras pessoas, pergunte se há chave adicional do apartamento. Muitas vezes, saímos com destinos diferentes, e o fato de ter apenas uma chave limita o grupo.

i. Pesquise a vizinhança, se o bairro é calmo ou tem atividades noturnas, e veja qual se encaixa em seu perfil.

Essas são as dicas! Com certeza você tem uma especial!

Qual a sua experiência? Compartilhe conosco!

(as fotos são do apartamento que locamos, em janeiro de 2017).

Um comentário:

  1. Oi Ana, que chato o que aconteceu com você. Em 2014 tive uma experiência com Airbnb (até fiz um post no blog) para alugar um lugar em Recife durante o carnaval. Era um quarto num aparatamento de uma família em Boa viagem. Tive uma experiência normal, não deixou traumas.

    ResponderExcluir